Experiências imaginárias

16 mar

Oi pessoal, como eu suspeitava o novo professor de literatura é meio esquisito. O nome dele é Pedro e além dele dizer que nós precisamos aprender a “ler” os livros (como se já não soubéssemos né?!?!), ele falou sobre umas coisas de “experiências imaginárias”e fez um exercício com a gente sobre isso. Ele pediu pra que a gente imaginasse que estava chupando um limão e de repente todo mundo começou a salivar. Mas isso não é o pior, ele deu uma tarefa pra gente, assistir a um  filme antigo chamado “A máquina do tempo”. Bom, eu adoro filmes de ficção científica, mas esse é esquisito, não tem aqueles efeitos especiais que a gente vê nos filmes de hoje. Ah, eu até achei um trechinho dele na internet.

Bom, mas ainda não assisti inteiro não, só vi esse trechinho. Agora vou correndo pra aula pq o intervalo já acabou e o Marquinho e a Paty já foram pra sala. Depois conto mais sobre o filme e sobre as tais experiências imaginárias.

Até  🙂

Anúncios

11 Respostas to “Experiências imaginárias”

  1. Tania Granato março 16, 2011 às 1:49 pm #

    Olá, Laura. Adorei seu blog. Sou psicóloga e professora universitária, achei ótima a sua ideia de fazer um blog sobre ciência. Quem sabe se nós aqui na Psicologia podemos fazer um também sobre Psicologia, é claro. Parabéns. Gostei muito do visual, dos gráficos (tsunami é bem legal) e do filminho também. Fale-me mais do seu professor de literatura e das experiências de imaginação, pois tenho trabalhado com narrativas fictícias na pesquisa. Beijos. Tania

    • Laura março 16, 2011 às 11:06 pm #

      Oi professora!
      Fiquei um pouco tímida em saber que uma professora está lendo as coisas que eu escrevo… Mas sabe que estou ficando cada vez mais animada com o blog, ainda mais agora que o Pedro, o professor de literatura, parece que vai fazer a gente pensar bastante, o que deve me ajudar a ter ideias! Ainda não entendi muito bem a história das experiências imaginárias. Vou assistir o filme agora à noite, quem sabe entendo melhor, e aí pode deixar que eu conto sim! Ah, se quiser mandar para mim um textinho sobre a sua pesquisa, eu ia adorar publicar aqui para mais pessoas conhecerem!
      Um beijinho e obrigada pelos elogios, viu?
      Laura

      • Tania março 21, 2011 às 4:04 pm #

        Oi, Laura! Como seria bom que todos os alunos brasileiros pudessem aprender com o seu blog, não? Bom, vc me perguntou de minha pesquisa. Trabalho na área da maternidade e criamos um procedimento para investigar o que as pessoas pensam do cuidado materno (imaginário coletivo). Construímos uma pequena narrativa fictícia que verse sobre um conflito materno e pedimos para as pessoas completarem a história que é deixada inacabada pelo pesquisador. Tem sido muuuuuuito interessante. Por isso me interessei por suas experiências imaginárias… Também vou mostrar seu blog para uma classe da pós-graduação, para que eles vejam outras possibilidades (mais modernas) de transmitir conhecimento. Obrigada. Beijos. Tania

      • Laura março 21, 2011 às 11:58 pm #

        Oi Tania, que bom que voltou, senti a sua falta!!!
        Que demais a sua pesquisa… Eu ando pensando bastante em bebês, porque queria tanto um irmãozinho… Mas por enquanto os meus pais não se animaram não… E embora seja nova demais para pensar em ser mãe, e velha demais para brincar com bonecas, de vez em quando me pego pensando em como será cuidar do meu bebê… Acho que isto é pensar sobre o cuidado materno, não? Será que todo mundo começa a pensar nisso muito antes de ser mãe? Você deve saber…
        Um beijinho e espero que curta o livro que a Michèle indicou… Legal demais isto de as pessoas que não se conhecem se encontrarem aqui no meu blog! Você viu que ainda não são os estudantes de todo o Brasil (eu e minha modéstia…), mas a turma do Prof. Luis, de Salvador, tá fazendo a sua parte!
        Beijão,
        Lau

  2. Anônimo março 16, 2011 às 10:38 pm #

    Oi, Laura. Conheci seu blog hoje. Achei bem interessante, tanto que já adicionei nos meus favoritos.

    • Laura março 16, 2011 às 11:06 pm #

      Legal! Você tem um blog também?

  3. PA março 19, 2011 às 6:41 am #

    Oi Laura.
    Meu nome é Paulinho mas todo mundo me chama de PA. Gostei dessa história mas não entendi.
    Gosto de pensar que poderia viajar no tempo.Mas sempre que viajo o relógio só anda pra frente. Quando viajo de carro com meu pai para Campos de Jordão, na serra, fico prestando atenção pela janela traseira nas curvas da estrada. De noite, antes de dormir, fico relembrando todas elas a partir da subida da serra até o momento da chegada na casa que custumo ficar em CJ.
    Desse geito consigo viajar de volta no tempo.
    É assim que é viajar pra traz no tempo?
    Será que na aula de física explica essa coisa de viajar pro passado?

    • Laura março 19, 2011 às 5:30 pm #

      Oi PA! Legal ver você por aqui, pelo jeito é curioso como eu!!! Sabe, eu ainda estou tentando entender melhor essa coisa das experiências imaginárias também, mas o seu exemplo me ajudou bastante… Acho que é isso mesmo: como você já conhece as curvas da estrada, consegue voltar para o passado lembrando delas, e dá para ir para o futuro também, né, quando você está em casa sonhando com as férias em Campos do Jordão… Mas, nas suas lembranças, não são exatamente as mesmas curvas, são as curvas do jeito que você lembra delas, do jeito que você está sentindo naquela hora, não é? No meu caso, como eu tinha assistido o filme do Viajante do Tempo, sabia mais ou menos como seria um encontro com ele… E a minha criatividade deu conta do resto! E tudo parecia tão real…
      Um beijo, e continue aparecendo por aqui, tá?
      Lau

  4. michèle março 21, 2011 às 12:15 am #

    olá pessoal, que super blog, uau, adorei!!!! parabéns pelas inovações! trouxe tb a minha contribuição:

    MANGUEL, Alberto; GUADALUPI, GIanni. Dicionário de lugares imaginários. São Paulo: Cia. das Letras, 2003.

    trata de um maravilhoso livro que explica os locais que a gente conhece nos livros da literatura! onde se localizará a terra do nunca do peter pan? a abadia de umberto eco no nome da rosa?

    enfim, um prato cheio pra quem gosta de literatura e ciências

    beijocona
    *

    • Tania março 21, 2011 às 3:59 pm #

      Oi, Michele. Adorei sua indicação de leitura. Já encomendei o livro dos lugares imaginários. Obrigada. Beijos.

    • Laura março 21, 2011 às 11:50 pm #

      Oi Michèle, prazer! Meu pai viu seu comentário e disse que você é colega dele, né? Massa!
      Obrigada pela dica do livro, você viu que ajudou a minha amiga que é psicóloga? Quem sabe me ajuda a ficar menos assustada com essas viagens esquisitas que andam acontecendo comigo!
      Um beijão e continue acompanhando o blog e mandando dicas, tá?
      Laura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: