Tag Archives: Darwin

Para ouvir :)

9 mar

Oi gente, td bem?

Eu percebi que recebo milhares de visitas no blog, mas pouca gente tem entrado para ouvir minhas aventura :(.

Bom, como eu adoro essas coisas de ciência, tenho uma hipótese que quero testar….hehehe. Acho que isso está acontecendo pois os links estão meio escondidinhos no blog, na aba “Escute aqui minhas aventuras”. Para testar a minha hipótese, vou postar todos eles aqui nesse post. Se o número de plays aumentar minha hipótese está certa! Eba…

Mai se isso não acontecer, é sinal de que minha hipótese está furada….hahaha e, pior, que vcs não gostam de mim 😦

Me ajudem a testar minha primeira hipótese!!!!!

Bjks,

Lau.

Episódios:

Episodio 1 – O Viajante do Tempo 16/03/2011

Episodio 2 – O Viajante do Tempo 17/03/2011

Episodio 3 – Cuidado com a maçã! Isaac Newton 18/03/2011

Episódio 4 – Cuidado com a maça! Isaac Newton 21/03/2011

Episódio 5 – Júlio Verne 22/03/2011

Episódio 6 – Júlio Verne 23/03/2011

Episódio 7 – Júlio Verne24/03/2011

Episódio 8 – Clarice Lispector 25/03/2011

Episódio 9 – Clarice Lispector 28/03/2011

Episódio 10 – Oswaldo Cruz 29/03/2011

Episódio 11 – Oswaldo Cruz 30/03/2011

Episódio 12 – Oswaldo Cruz 31/03/2011

Episódio 13 – Gregor Mendel 01/04/2011

Episódio 14 – Gregor Mendel 04/04/2011

Episódio 15 – Marie Curie 05/04/2011

Episódio 16 – Marie Curie 06/04/2011

Episódio 17 – Marie Curie 07/04/2011

Episódio 18 – Paradoxo de Zenão 08/04/2011

Episódio 19 – Paradoxo de Zenão 11/04/2011

Episódio 20 – Paradoxo de Zenão 12/04/2011

Episódio 21 – Darwin 13/04/2011

Episódio 22 – Darwin 14/04/2011

Episódio 23 – Darwin 15/04/2011

Episódio 24 – Lavoisier 18/04/2011

Episódio 25 – Lavoisier 19/04/2011

Episódio 26 – Santos Dumont 20/04/2011

Episódio 27 – Santos Dumont 21/04/2011

Episódio 28 – César Lattes 22/04/2011

Episódio 29 – César Lattes 25/04/2011

Episódio 30 – César Lattes 26/04/2011

Episódio 31 – Kepler 27/04/2011

Episódio 32 – Kepler 28/04/2011

Episódio 33 – Kepler 29/04/2011

Episódio 34 – Einstein 02/05/2011

Episódio 35 – Einstein 03/05/2011

Episódio 36 – Einstein 04/05/2011

Episódio 37 – Einstein 05/05/2011

Me ajudem!!!

13 fev

Oi pessoal, td bem com vcs?

Estou dando uma passada por aqui pra pedir que vcs indiquem o blog ao prêmio The BOBs da DW. Para indicar é só entrar na página do concurso, http://thebobs.com/portugues/,  e indicar o https://viagensdalaura.wordpress.com na categoria  Prêmio Tópico Especial Educação e Cultura.

Brigadinha viu gente!

BJK,

LAU

O futuro

5 maio

Oi pessoal, td bem? Nossa, tem um monte de novidades pra contar, mas vamos por partes tá?rsrsrs.

Bom, finalmente entendi como é que seria possível, teoricamente, viajar para o passado. Descobri que embora o Einstein não tivesse previsto isso em suas teorias, são elas que fornecem a base para essa possibilidade. Vou explicar melhor, mas antes vamos para reviao….hahaha. Recapitulando um pouco do que eu disse ontem, o tempo pode ser considerado  uma dimensão como qualquer outra dimensão espacial. Uma quarta dimensão. À partir disso, começamos a compreender o conceito de espaço-tempo.

Também descobrimos, quer dizer o Einstein descobriu….rs, que um corpo com uma massa muito grande causa uma deformação no tempo-espaço. Daí que surge a força da gravidade. Fiquei encucada com essa história de deformação, então fiquei imaginando como seria. è como se a gente esticar um pedaço de pano e colocar uma maçã sobre ele! A maçã vai formar uma espécie de depressão sobre o pano. Mais ou menos assim ó:

Podemos ver que é uma deformação no espaço. Aí fica simples de entender, pois se a gente considera o tempo também como uma dimensão do espaço, essa deformação tb se aplica ao tempo 🙂

Isso foi até confirmado experimentalmente. É assim, quando a luz viaja ela segue em linha reta certo?! Só que algumas observações perceberam que a luz emitida por uma estrela sofria desvios quando passava por perto de outra estrela. Ou seja, ela simplesmente acompanhava a deformação do espaço-tempo causada pela grande massa dessa última estrela.

Mas vocÊs devem estar me perguntando: E daí?rsrsrs. Bom, imagine então uma deformação tão grande que pudesse criar uma passagem, um buraco no espaço tempo, como fosse um buraco de minhoca atravessando uma fruta.  Imagine agora que a boca do buraco fosse colocado perto de uma estrela com muita massa, de forma que perto dela o tempo passasse mais devagar.  Imaginou?

Se a outra extremidade fosse levada para outro lugar o tempo passaria mais rapidamente, os dois extremos do buraco de minhoca ficariam separados não só no espaço, mas também no tempo.

Olha só, seria mais ou menos assim:

Então, teoricamente seria possível viajar no tempo passando bom um desses túneis!!! Mas tem um probleminha, só teoricamente mesmo. Fiquei pensando, pensando e cheguei a conclusão que se a viagem no tempo é mais difícil do que a gente pensa. Se não fosse, com certeza alguém do futuro já teria vindo nos visitar…..rsrsrs.

Aí fiquei meio triste, pensando que não vou resolver meus problemas tão fácil assim!Ahhh se eu pudesse voltar no tempo não teria subido naquela mangueira! Mas quer saber, se eu não tivesse feito isso não teria quebrado o braço, não ficaria com vontade de voltar no tempo, não teria passado o resto do feriado com todo mundo reunido no sítio, não teria pesquisado e aprendido tanta coisa sobre a Madame Curie, sobre o Einstein, sobre o Hawking.

Quer saber, acho que eu sou uma viajante do tempo. É, isso mesmo! Agora eu entendi tudo. Eu já sou uma viajante do tempo e qualquer um pode ser, é só imaginar! Foi assim que fui pra Grécia Antiga, conhecia o Darwin, o Mendel, o Lavoisier! Foi imaginando o futuro exatamente como fazia o Júlio Verne e fazendo perguntas como o Kepler que consegui viajar no tempo, como se eu voasse como o Santos Dumont ou quisesse descobrir como os protozoários se comportam dentro do corpo como o Carlos Chagas!

Bom, mas agora estou é preocupada é com o futuro, afinal descobri que minha mãe está grávida! Imaginando, imaginando eu já sei que vai ser menina e nome dela vai ser uma homenagem ao Newton, vai ser Hannah, como a avó dele :))

Que venha o futuro, que venha a Hannah!

Bem gente, essa história termina por aqui, mas tenho certeza que outras tantas virão, como me disse a Clarice. Nas próximas ainda terão novos personagens, novas aventuras e novas perguntas! Eu sempre falo que minha vida daria uma novela mesmo, então que tal imaginar essa novela comigo é só clicar aqui.

Bem, vou indo que o Marquinho está me esperando. Até logo gente, BJKAS :)))

Os tentilhões

15 abr

Oi gente!

Bom, como eu tinha falado ontem, vou tentar explicar um pouquinho como é que funciona esse negócio de seleção natural e de evolução. Pra facilitar um pouco vou usar o exemplo dos tentilhões que o Darwin encontrou quando sua viagem à bordo do Beagle passou pelas Ilhas Galápagos.

Bom, Como minha tia sempre diz, provavelmente na ciência as perguntas são mais importantes que as respostas! E foi justamente à partir de uma pergunta que o Darwin desvendou o mistério dos tentilhões e, além, da origem das espécies.

 Ao se deparar com a enorme variedade de tipos distintos de tentilhões que habitavam ilhas diferentes do arquipélago, darwin se fez a seguinte pergunta:  “Se os animais e plantas tinham sido criados da forma como são hoje , porque espécies distintas, porém semelhantes, como as de tentilhões de Galápagos, estariam restritas a ilhas específicas , e não distribuídas igualmente por todo o arquipélago, ou ainda por todo o mundo?

Uma forte evidência para responder tal pergunta foi encontrada por ele quando observou atentamente os bicos dos tentilhões.Darwin notou que, embora todas as espécies fossem muito parecidas, cada uma delas  tinha um bico adaptado a um tipo de alimento. Observando mais atentamente notou que, por exemplo,  a espécie com o bico adaptado para comer sementes estava na ilha com mais sementes, já a espécie com o bico adequado a se alimentar de insetos estava na ilha com mais insetos.

Olha só gente, achei uma imagem com todos os tentilhões estudados pelo Darwin, percebam a diferença nos bicos deles:

Mas continuando, O Darwin concluiu que essas espécies só poderiam ser tão semelhantes se tivessem vindo de um ancestral comum. Ele pensou assim:  uma espécie de tentilhão comum veio do continente e colonizou todas as ilhas do arquipélago, portanto, todos os tentilhões das ilhas eram da mesma espécie…com o passar do tempo, alguns indivíduos que apresentavam mutaçãoes naturais iam obtendo alguma vantagem seletiva sobre outros. Alguns deles, por exemplo,  apresentaram bicos melhores para se alimentar de sementes na ilha que tinha muitas sementes.

Então com a pressão da seleção natural esses indivíduos foram subjugando aqueles menos adaptados e, com o passar do tempo, todos os tentilhões daquela ilha específica possuíam aquela característica, ao passo que os das outras ilhas iam sofrendo um processo idêntico que, no entanto, favorecia, por exemplo, aqueles indivíduos com bicos mais adaptados a se alimentar de outro tipo  alimento, como por exemplo, de insetos, mais abundante em outra ilha. 

Com o tempo, aqueles dois passarinhos que usamos de exemplo já eram tão diferentes um do outro que não podiam nem mais se reproduzir, portanto, tornaram-se espécies distintas, apesar de terem lá atrás, um ancestral comum.

O mais legal dessa história toda é imaginar que esse mesmo processo ocorreu com todos os seres vivos! Então, isso respondeu uma pergunta que me fiz outro dia: Como é que surgiram tantas espécies no mundo?

Legal isso né gente? Bom, como hoje é sexta, vou deixar vários vídeos interessantes aqui. Os 2 primeiros são de uma série bem legal sobre o Darwin, produzida pela BBC. Tem vários outros episódios tb, é só procurar no Youtube.

Bem, vocês se lembram que eu contei que o Darwin passou pelo Brasil? Achei um vídeo bem bacana que fala sobre uma expedição para repetir o roteiro que ele fez por aqui:

Gente, por hj é só! Espero que minha explicação sobre a evolução tenha ajudado :)))

Espero os comentários! BJKS

Darwin

14 abr

Oi gente!

Como eu disse no post de ontem, hoje vou falar um pouquinho sobre as idéias do Darwin.

Sir Charles Robert Darwin foi um naturalista inglês super importante que começou a ter o mesmo questionamento que eu tinha: Por que existem tantas formas diferentes de vida no mundo?

Bom, para tentar entender isso ele passou praticamente a vida toda coletando exemplares de espécies diferentes, pesquisando muito e até embarcou numa viagem ao redor do mundo à bordo de um navio da marinha britânica, o H.M.S Beagle , essa viagem passou até pelo Brasil, imagina só!!!

Nessa expedição o Darwin encontrou evidências importantes que permitiram a ele entender  os mecanismos da seleção natural. Essa era a peça que faltava para explicar a diferenciação, o surgimento de novas espécies e a extinção de outras. À partir da compreensão da seleção natural é que o Darwin teve clareza sobre a Evolução dos seres vivos. Ah, olha só essa foto do Charles:

Bom, amanhã vou contar direitinho sobre como funciona a seleção natural. Hoje eu vou contar um pouco mais sobre a revolução que as idéias do Darwin causaram. No tempo dele, todos acreditavam que as espécies eram imutáveis e que todas elas tinham sido criadas de uma vez na orígem do mundo. Era uma visão religiosa, que de forma nenhuma poderia sequer ter questionada as escrituras!

Toda essa pressão da religião fez com que o Darwin passasse mais de vinte anos escrevendo o livro que trazia sua teoria sobre a evolução. Aqui tem uma imagem do original:

Mas apesar de todas as evidências que mostravam que ele estava certo, ele adiou o quanto pode a publicação do livro. Ele só decidiu publicá-lo mesmo quando outro pesquisador, o Wallace, chegou a resultados semelhantes. Além disso, Darwin também contou com o apoio irrestrito de outros dois naturalistas importantes, o Lyel e Huxley. Esse último era tão amigo do Darwin e acreditava tanto na sua nova teoria que dedicou-se à defendê-la com unhas e dentes! Isso rendeu-lhe o Apelido de Buldogue de Darwin…..rsrsrs. Olha a foto dele aqui:

Quando o livro foi lançado finalmente, esgotou-se em poucos dias. Foi uma confusão, os religiosos queriam desmentir o Darwin e os argumentos de seu livro. Até realizaram uma conferência. Só que nessa conferência o Huxley, que além de um baita cientista era ótimo em oratória, refutou todos os argumentos falaciosos utilizados para tentar rebater as ideias de Darwin. Desde então, a teoria da evolução foi confirmada, e até complementada,  por uma série de estudos.

Para descontrair um pouquinho eu achei um desenho bem legal sobre evolução. Dá só uma olhada:

Bom gente, por hoje é só. Amanhã falo mais sobre a teoria da evolução tá? Agora vou empacotar meu braço quebrado pra ir pro banho…..hahaha.

Bjks

Biodiversidade

13 abr

Oi gente, td bem com vcs?

Bom, depois de ficar pirando com a tal da tartaruga do Zenão, fiquei com vontade de ver uma tartaruga de perto e fui ao zoológico com a minha tia e com o Marquinho. Durante o nosso passeio eu vi, além da tartaruga é claro, muitas espécies de animais como o Lobo – Guará, a Onça-Pintada , o Macaco-Aranha e até um tal de Urso-de-Óculos que eu nem conhecia e por isso vou colocar a foto aqui:

Além destes animais que eu falei, vi muitos outros. Lá tinha um montão de espécies diferentes, não só de animais, mas também de plantas. Fiquei encanada com essa história, afinal quantas espécies existem? Perguntei pra minha tia e ela me disse que são tantas que nem os próprios cientistas sabem ao certo o número exato. Só de insetos, ela disse que existem cerca de 900 mil espécies descritas pela ciência, mas que algumas estimativas dizem que podem existir cerca de 10 milhões! Imagine então quantas espécies existem no total considerando todos os grupos! Fiquei chocada…rs.

Bom, ela me disse também que muitas destas espécies foram e ainda são extintas sem que a gente sequer fique sabendo de sua existência. E depois que uma espécie se extingue, já era! Não dá pra trazer de volta. Triste isso né? A Clau me falou que esse conjunto todo de espécies, junto com a sua carga genética e tb com os seus ambientes constituem o que os cientistas chamam de BIODIVERSIDADE . Ela tb falou que as preocupações com a Biodiversidade, no entanto, não devem ser só dos cientistas, mas tb da gente! Afinal, nós próprios fazemos parte dessa Biodiversidade e qualquer problema que  uma ou outra espécie sofre acaba afetando a gente tb. Afeta, como a Clau falou, toda a teia da vida da Terra.

Depois que ela disse isso eu fui pesquisar um pouco e achei um site legal. Nele tem vários links interessantes sobre esse tema:

O que é Biodiversidade?

Legal né? Mas olha só, pra gente entender ainda melhor é bom assistir esse vídeo:

Também descobri que esse tema é tão importante que o ano passado (2010) foi declarado o Ano Internacional da Biodiversidade pela ONU. Bem, mas outra coisa me deixou encucada: Como é que surgiram tantas espécies no mundo? A minha tia me explicou que tem algo a ver com a evolução e com uma teoria que foi elaborada por um tal de Darwin, mas isso eu deixo pra contar no post de amanhã!

Até gente…

Bjkas