Tag Archives: Filme

O Melhor blog do mundo

17 abr

Veja por que Theodor W. Adorno Laurou

O Viagens da Laura  quase lidera entre os finalistas do prêmio de melhor blog do mundo — em português — no concurso The BOBs, da rede alemã Deutsche Welle.

Até o encerramento da votação, no dia 02/05, o bicho vai pegar  porque o mesmo internauta pode votar todos os dias.

Theodor W. Adorno, ao lado de Albert Einstein, também apóia a vitória da Laura:  “O Viagens da Laura sugere como as pessoas podem ser mais inteligentes, humanas e críticas”.

Laureie quantas vezes quiser. Vote aqui você também.

Anúncios

Gagarin e o espaço

12 abr

Oi gente, td bem?

Hoje deixei um pouco a filosofia de lado pra fazer um post sobre um acontecimento histórico. Há exatos 50 anos, o Cosmonauta Yuri Gagarim (esse da foto aí de cima) foi o primeiro homem a ir para o espaço. Imagine só, quando ele olhou para baixo disse “A Terra é azul”. Demais isso né? Ele viu nosso planeta como ninguém ainda tinha visto

Bom, a viagem dele ao espaço durou 108 minutos à bordo da nave Vostok, essa aí da foto:

A nave foi lançada pelos soviéticos da base militar de Baikonur, no Cazaquistão Essa base é utilizada até hj no lançamento de foguetes. A nave Vostok 1 foi lançad em órbita por  um foguete da família R7:

Legal né gente? Olha só uma capa de jornal da época aqui no Brasil:

Até lançaram um filme em homenagem`ao aniversário da expedição. Muitas imagens foram filmadas pela tripulação da ISS. Dá só uma olhada:

Bom, por hj é só gente. Bjks e espero comentários!

Uma conversa de J. Verne com H.G. Wells

24 mar

Oi gente, td bem? Bom, mais uma vez tô postando aqui nos 45 do segundo tempo. Ahhh, pensando bem já nos acréscimos, como diria o Marquinho….rsrs. Bom, mas o Post de hj é especial. Faz dias que estou pensando nas obras do Júlio Verne e até já falei bastante sobre ele por aqui, mas hj tive uma surpresa ao visitar o blog J.Verne. Descobri que há exatos 106 anos o Júlio Verne partiu dessa pra melhor! Coincidência né? Até fiquei meio encucada com isso. Bom, mas vamos ao que interessa né? Descobrir isso só me fez ficar mais interessada nesse grande autor. Só tem um probleminha, nessas minhas EXPERIÊNCIAS IMAGINÁRIAS, que até hj não descobri diretio o que são, juro ter presenciado uma conversa do Júlio com o H.G. Wells, sabe, aquele do viajante do tempo. Bom, olha só a cara dele aí:

 Voltando ao assunto, o Júlio falava que o Wells era um pouco pessimista demais em relação a esse negócio de Ciência, afinal suas obras são um pouco pesadas, cheias de guerras, destruição e tal. Sabe que eu até tenho que concordar, pesquisei algumas coisas sobre as obras dele e elas realmente são cheias dessas imagens mais carregadas, meio fortes sabe. Até achei um desses filmes antigos pra mostrar pra vcs que é baseado em uma obra dele, se liga:

Mas voltando, na minha imaginação o Wells dizia para o Júlio que realmente via essas coisas de ciência e tecnologia com muito receio, tinha medo que um dia as máquinas dominassem o mundo. Já o Verne, achava que o problema não eram as máquinas, mas sim o uso que os homens faziam delas. Bom, fui falar sobre essa minha inquietação com a minha Mãe. Não demorou pra ela começar a falar sobre um filósofo alemão chamado Herbert Marcuse, de uma tal Escola de Frankfurt ,que ela gosta muito e inclusive sempre conversa bastante disso com alguns professores dela como a Vânia e o Tony. Esse marcuse  discutia justamente esse fascinio que a tecnologia exerce sobre a gente e o poder que os donos dela acabam tendo sobre os outros. Fiquei pensando nisso e acho que a bomba atômica ilustra bem o que estou dizendo, resolvi até colocar um vídeo aqui pra mostrar o quão cruel os homens podem ser:

Bom, vendo esse vídeo acho que o Wells ganha um ponto. Por outro lado, a ciência tb trouxe milhões de coisas boas para a humanidade, basta a gente pensar, por exemplo, em uma coisinha simples: a penicilina. Ela foi descoberta pelo Alexander Fleming e salvou milhões de vidas desde que começou a ser usada para combater infecções bacterianas. Hum, ponto pro Verne. Também não teríamos chegado à lua, não teríamos satélites e nem esse blog aqui…..rs.

Ai, todas essas informações quase fundiram minha cabeça. Mas foi bom, fiquei pensando, pensando e cheguei a conclusão que a ciência e a tecnologia não são os problemas realmente. A grande complicação é que a gente começa a ficar tão encantado com isso que esquece que essas coisas são feitas/fabricadas por nós mesmos. Por isso eu comecei a compreender o que minha tia me disse outro dia, que os cientistas cada vez mais começam a se preocupar com o impacto de suas invenções na vida da gente e, ao mesmo tempo, é importante que todo mundo conheça a ciência para ajudar a definir de maneira responsável e com conhecimento de causa, os rumos que ela deve seguir.

Nossa, fui longe né?rs….Mas voltando ao assunto inicial, tanto o Wells como o Verne foram e ainda são geniais e se não fosse pela influência e pelo fascínio que as obras deles exerceram em mim, não estaria falando sobre todas essas reflexões aqui.

Bom gente, acho que é isso e, aproveitando essa data, deixo aqui um agradecimento ao grande Júlio Verne por ter aguçado minha curiosidade científica e dizer tb que embora ele tenha partido há muito tempo, na minha imaginação ele e seus personagens continuam bem vivos :))))

P.s.: Espero os comentários viu gente!

Viajante do tempo

17 mar

 

Oi pessoal, achei essa imagem de um quadro do Salvador Dali perfeita para ilustrar esse meu post. Ele reflete bem as loucura que aconteceram comigo com essa história de tentar entender o tempo. Mais ainda, entender esse negócio de viagem no tempo! Como disse no último post, vou contar como foi a minha experiência com o filme “A Máquina do Tempo”, indicado pelo professor Pedro. Não sei se fiquei impressionada com o filme ou  com essas coisas de experiências imaginárias, mas eu juro que encontrei o VIAJANTE DO TEMPO! Bom, talvez vocês não acreditem, mas foi tudo bem real.

 O viajante me falou sobre umas coisas de sincronizar o tempo e me disse que eu também poderia fazer viagens como ele. Me disse até que um dia, quem sabe, eu possa me encontrar com o EINSTEIN….hahaha.Imagina só, que loucura. Bom, não sei se eu peguei no sono e acabei sonhando, mas tudo isso me pareceu bem real. Para tentar entender melhor essa história de viagem no tempo eu me lembrei de outro filme bem legal, o “De volta para o futuro”. Nesse filme tem um cientista bem maluco tb….rs. Dá só uma olhada no trechinho do filme que encontrei:

Bom, mas continuo sem saber direito o que foi que aconteceu. Como é que eu fui encontrar o tal “viajante do tempo”. Resolvi pesquisar um pouco mais sobre esse negócio de viagens no tempo  e achei algumas coisas interessantes aqui na internet:

COMO CONSTRUIR UMA MÁQUINA DO TEMPO

VIAGEM NO TEMPO: TEÓRICAMENTE POSSÍVEL, TECNICAMENTE INVIÁVEL

 Aiai, preciso confessar que mesmo assim ainda não entendi direito essa história. Acho que só a minha tia Clau pra me fazer entender…pensando bem, acho que nem ela,  preciso mesmo é de umas aulas com o EINSTEIN…..hahaha. Bom, por hj é só gente.  Vou resolver aqui os exercícios de química e durante a tarde vou estudar um pouco  porque amanhã tenho aula de…FÍSICA!

Até! :))))